Contexto 

O perfil epidemiológico da região é caracterizado pela persistência de doenças transmissíveis incluindo as doenças tropicais negligenciadas, o aumento da incidência das doenças não transmissíveis e os problemas nutricionais.

Entre as doenças transmissíveis, o paludismo representa a primeira causa de morbilidade e de mortalidade. A tuberculose permanece uma preocupação sobretudo com a aparição dos casos de multi-resistência e a co-infecção tuberculose/sida. É a principal causa de morte junto das pessoas vivendo com o VIH. As Doenças Tropicais Negligenciadas, como a tracoma, a filariose linfática, a esquistossomose, geo-helmintose, tripanossomose humana africana e a oncocercose são ainda mais comuns no espaço CEDEAO. Em relação às doenças não transmissíveis (DNT), as mais comuns na África Ocidental são a hipertensão arterial, a diabetes, os acidentes vasculares cerebrais (AVC) e as doenças cardíacas isquémicas. Para além disso, a saúde mental e ocular assim como os acidentes rodoviários continuam a representar uma grande preocupação. Quanto à malnutrição, esta representa um grande problema de saúde pública no espaço CEDEAO.

Definição do problema 

A mortalidade e a morbilidade relativas às doenças transmissíveis e não transmissíveis são muito elevadas nos Estados membros com consequências socioeconómicas importantes.

Objectivo do programa 

Reduzir a prevalência das doenças transmissíveis e das doenças não transmissíveis.

Resultado do programa 

 A prevalência das doenças transmissíveis e das doenças não transmissíveis é reduzida.

Componentes do programa

  • Luta contra as doenças transmissíveis
  • Luta contra as doenças tropicais negligenciadas
  • Luta contra as doenças não transmissíveis

Luta contra os desequilíbrios nutricionais

Objectivos específicos

  • Alcançar o limiar epidemiológico da pré-eliminação do paludismo
  • Reforçar a estratégia DOT (tratamento directamente observado) de luta contra a tuberculose
  • Melhorar a prevenção, a despistagem e o acesso ao tratamento do VIH/SIDA
  • Reduzir a morbilidade e as complicações devido às doenças tropicais negligenciadas
  • Reduzir os principais factores de risco comuns modificáveis das doenças não transmissíveis
  • Reduzir a prevalência da malnutrição
  • Reforçar as capacidades dos programas nacionais de luta contra as doenças

Principais Intervenções

  • Reforço da coordenação multissectorial da luta contra o VIH/SIDA, Tuberculose e Paludismo ao nível dos países e da região
  • Reforço das intervenções de prevenção, cuidados e tratamento do paludismo, da tuberculose e do VIH mais particularmente junto das populações chave
  • Elaboração de um plano regional sobre as doenças não transmissíveis
  • Elaboração de um plano regional sobre as doenças tropicais negligenciadas 
  • Elaboração de um plano regional sobre a nutrição

Resultados Intermediários

  • Redução da incidência do paludismo na região
  • Aumento da taxa de cura da tuberculose  
  • Diminuição da prevalência de infecção pelo VIH
  • Redução da prevalência da cegueira evitável
  • Documentos de estratégias sobre a saúde mental actualizados
  • Aumento do acesso ao tratamento das populações em risco de infecção pelo VIH
  • Aumento do acesso aos cuidados das populações em risco das DTN
  • Plano regional sobre as doenças não transmissíveis (DNT) disponível
  • Plano regional sobre as DTN disponível
  • Plano regional sobre a nutrição disponível

Agenda

Publicação

Organização de Saúde da África Ocidental
01 BP 153 Bobo-Dioulasso 01 / Burkina Faso
(226) 20 97 01 00 / (226) 20 97 57 75
(226) 20 97 57 72